<img src="https://mc.yandex.ru/watch/96881261" style="posição:absoluta; esquerda:-9999px;" alt=""/>

Compreendendo o PCB flexível: projeto e fabricação

VISÃO GERAL

Item PCB flexível
Camada máxima 8L
Traço/espaço mínimo da camada interna 3/3mil
Rastreamento/espaço mínimo da camada externa 3,5/4mil
Camada interna Max Copper 2 onças
Camada externa de cobre máximo 2 onças
Perfuração Mecânica Mínima 0,1 mm
Perfuração mínima a laser 0,1 mm
Proporção de aspecto (perfuração mecânica) 10:1
Proporção de aspecto (perfuração a laser) /
Tolerância do furo de ajuste de pressão ±0,05mm
Tolerância ao PTH ±0,075 mm
Tolerância NPTH ±0,05mm
Tolerância de escareamento ±0,15 mm
Espessura da placa 0,1-0,5 mm
Tolerância de espessura da placa (<1,0 mm) ±0,05mm
Tolerância de espessura da placa (≥1,0 mm) /
Tolerância de Impedância Single-Ended:±5Ω(≤50Ω),±10%(>50Ω)
Diferencial:±5Ω(≤50Ω),±10%(>50Ω)
Tamanho mínimo da placa 5*10mm
Tamanho máximo da placa 9*14 polegadas
Tolerância de contorno ±0,05mm
BGA mínimo 7mil
SMT mínimo 7*10mil
Tratamento da superfície ENIG, dedo de ouro, prata de imersão, estanho de imersão, HASL (LF), OSP, ENEPIG, ouro flash; chapeamento de ouro duro
Máscara de solda Máscara de solda verde/PI preto/PI amarelo
Folga mínima da máscara de solda 3mil
Barragem mínima de máscara de solda 8mil
Lenda Branco, preto, vermelho, amarelo
Largura/altura mínima da legenda 4/23mil
Largura do filé de tensão 1,5+0,5mil
Arco e torção /

Diferentes tipos de PCB flexível fornecidos pela GlobalWellPCBA

Basta selecionar seu PCB flexível abaixo para acessar o guia.

Introdução

PCBs flexíveis estão entre os tipos comuns de PCBs industriais que possuem vastas aplicações em eletrônica. Ao longo dos anos, pudemos ver muitas atualizações nesses PCBs para que possam atender facilmente aos padrões futuros. 

Não há dúvida de que hoje podemos ver muitos aparelhos apresentando o melhor desempenho devido aos PCBs flexíveis. As coisas são diferentes quando desenvolvemos PCBs flexíveis devido à sua natureza diferente. Isso significa que será melhor ter informações precisas sobre PCBs flexíveis para evitar todo tipo de confusão. 

Houve muitos casos em que as pessoas não tinham conhecimento do desenvolvimento de PCBs apropriados e não conseguiram obter os resultados desejados. Se você não sabe muito sobre PCBs flexíveis, então é hora de entrar nesta discussão e esclarecer detalhadamente os diferentes aspectos dos PCBs flexíveis. Aqui vamos nós!

PCB flexível

Flexível PCBs são tipos dobráveis de PCBs devido ao seu substrato flexível. Por este motivo, podemos identificar facilmente esses PCBs com base em sua natureza. Particularmente, aqueles aparelhos que funcionam em alta densidade e alta temperatura utilizam esses PCBs. Usamos poliamida e poliéster para construir PCBs flexíveis devido às suas excelentes propriedades de resistência ao calor. 

Fora isso, esses substratos também são cruciais para a montagem perfeita de componentes. Como todos os PCBs, os PCBs flexíveis são condutores e usamos traços de cobre nesses PCBs para melhor desempenho. A espessura dos materiais dielétricos e dessas camadas varia de acordo com o tamanho dos PCBs. 

Existe também um material adesivo especial necessário para construir ligações fortes entre as placas e as suas contrapartes. Existe um amplo espectro de materiais que podemos usar para desenvolver PCBS flexíveis. Mas não podemos usá-los como estão, pois temos que pesar esses materiais com base nesses fatores. Usamos PCBs flexíveis para menos juntas de solda e crimpagens de contato. Portanto, esses são tipos de PCBs que economizam espaço e também podem ser úteis para dispositivos portáteis. 

Procedimento de fabricação de PCB flexível

A poliimida é um substrato importante para PCBs flexíveis. Uma coisa a lembrar aqui é que os PCBs flexíveis são caros por causa desse substrato. A poliimida é mais valiosa que o FR4, que é usado para PCBs rígidos. Portanto, não há margem para ser imprudente com a poliimida, pois a negligência pode desperdiçá-la e derrubar também o orçamento do produtor. 

É claro que para economizar substrato de poliimida, é necessário seguir um processo de produção preciso. Aqui, aprenderemos sobre o desenvolvimento de PCBs finos e flexíveis. 

  • Looping

A função do loop de serviço é regular o comprimento do serviço e a montagem do circuito para que possamos ver quanto material temos que utilizar para o desenvolvimento. 

  • Dimensionamento do Condutor

Apenas uma fina camada de cobre é confiável para tornar toda a configuração condutiva. Devido à menor espessura, podemos usar esse cobre para adicionar flexibilidade para que possa capacitar aparelhos e eletrônicos versáteis no mercado. 

  • Gravura

O processo de gravação serve para cuidar das perdas isotrópicas que são cruciais para o processo de produção. Gravamos cuidadosamente a folha de cobre desnecessária para que o trabalho com o resto fique mais fácil. No entanto, temos que considerar a largura da linha, a máscara de gravação e o tipo de condutor para gravação. 

  • Roteamento

O roteamento não é um processo demorado; em vez disso, é bastante básico. O objetivo do roteamento é diminuir o estresse nas placas e torná-las mais flexíveis para alguns componentes eletrônicos específicos. 

  • Aviões Terrestres

Também precisamos trabalhar nos planos de solo para reduzir o peso total das placas, o que também é benéfico para tornar a configuração flexível. Depois disso, faremos furos que são cruciais para expandir a área da almofada e distribuir as tensões. Além disso, filmes adesivos são necessários para essas placas, para que possam ter um melhor desempenho a longo prazo. A seguir, adicionaremos revestimentos líquidos serigrafáveis que imitam as funções de uma máscara de solda. O benefício aqui será que a máscara de solda protegerá facilmente a placa de possíveis danos. 

PCB flexível: materiais

Usar fibra de vidro como base metálica é comum na indústria de PCB. Mas no caso de um circuito flexível, utilizamos um polímero flexível. É por isso que é uma distinção padrão entre PCBs flexíveis e rígidos. De longe, você sabe que não podemos desenvolver PCBs flexíveis sem um substrato de poliimida, o que significa que temos que adquirir poliimida de alta qualidade para o desenvolvimento de PCBs flexíveis de nível industrial. No entanto, existem algumas desvantagens da poliimida e é comum menos resistência à umidade e umidade. Isso é comum quando você não depende de poliimida de alta qualidade. As bases adesivas são essenciais para unir PCBs flexíveis. Por esse motivo, podemos tornar PCBs flexíveis mais confiáveis para uso a longo prazo. O objetivo dos adesivos é unir a camada de cobre a eles para reduzir a espessura dos PCBs como um todo. Portanto, depois de fazer isso, haverá menos chances de quebra e danos à placa. 

Considerações para projetar PCB flexível

Desenvolver um PCB flexível não é uma tarefa simples. Portanto, você deve considerar alguns pontos importantes enquanto prossegue com o desenvolvimento. Vamos dar uma olhada rápida!

Posição do furo passante

Você não deve comprometer as vias enquanto modifica PCBs flexíveis. A razão é que essas vias podem ser danificadas por negligência. Além disso, você deve evitar alterar a área de combinação ao projetar PCBs flexíveis, pois há maiores chances de danos. Além disso, ao fazer furos, certifique-se de não ir para a periferia onde há componentes sensíveis montados. Os especialistas acreditam que é crucial manter uma distância adequada enquanto você projeta esses PCBs. O tamanho ideal das vias é 30 mil em casos de desenvolvimento geral. Portanto, você deve saber a espessura certa para evitar que vias e placas sofram danos potenciais. 

Projeto de Pads e Vias

PCBs flexíveis podem ser difíceis em termos de blocos de design e vias. Como o substrato que usamos aqui é flexível, podemos torcer e girar PCBs flexíveis sem comprometê-los em nada. Por esse motivo, devemos ter cuidado com os designs dos pads e vias, pois estes podem facilmente sofrer danos enquanto torcemos os PCBs. Os formatos dessas almofadas e vias também podem ser exclusivos com base na natureza e no desempenho das placas. Com projetos eficientes de blocos e vias, também podemos reduzir a tensão mecânica nos PCBs. Portanto, os designs de pads e vias devem ser imaculados para melhorar o desempenho dos PCBs em todos os aspectos. 

Projeto de roteamento

Ao desenvolver PCBs flexíveis, você deve saber que se estiver trabalhando com mais de uma linha na área flexível, não será necessário sobrepor os caminhos das camadas superior e inferior das placas. Se você fizer isso, haverá um esforço desnecessário na configuração. Posteriormente, também pode prejudicar o desempenho dos PCBs. Além disso, as camadas podem ficar desalinhadas e arruinar a estrutura dos PCBs. Tente manter um arco circular enquanto protege as linhas dos PCBs. Para que haja menos interrupções nessas linhas. O formato de lágrima é crucial para linhas grossas e finas, para que não quebrem. 

Projeto de camada de cobre

Outra coisa importante a considerar aqui é o design da camada de cobre. A razão é que o cobre é o aspecto mais importante dos PCBs flexíveis e é o núcleo dessas placas. Portanto, é benéfico introduzirmos uma camada plana de cobre nos PCBs para que ela possa suportar sua função. Um papel crucial dos projetistas aqui é determinar cuidadosamente os componentes e a folha de cobre. Também precisamos contar com o cobre sólido para que ele não apenas proteja os PCBs, mas também fortaleça seu núcleo para garantir um ótimo desempenho. 

Furo de perfuração e folha de cobre

Podemos desenvolver grandes distâncias em PCBs flexíveis entre os furos que perfuramos e a parte de cobre dos PCBs flexíveis. A razão é que esses PCBs possuem substratos flexíveis que dão mais liberdade aos projetistas para os detalhes desejados. Portanto, é possível trazer mais espaço dentro da configuração em todos os aspectos. 

Raio de curvatura

Será melhor usarmos o raio de curvatura dos PCBs flexíveis. A razão é que isso tem um impacto direto no desempenho dos PCBs. O objetivo é detectar a pressão exercida sobre os PCBs por seus componentes. Portanto, trabalhar com um raio de curvatura lhe dará uma vantagem para utilizar facilmente o espaço das placas sem comprometê-las. 

Conclusão

Aqui você tem uma visão geral detalhada de PCBs flexíveis. Você conseguiu identificar os principais aspectos dos PCBs flexíveis e dos procedimentos industriais para desenvolvê-los também. Além disso, tentamos elaborar as considerações importantes para desenvolver PCBs flexíveis que podem ajudá-lo a desenvolver placas que atendam aos padrões industriais em todos os aspectos. Esperançosamente, agora você pode desenvolver PCBs flexíveis com grande confiança e aproveitar sua criatividade para melhorar seu desempenho também.

Pronto para elevar seus projetos de PCB a novos patamares?

Na GlobalwellPCBA, não somos apenas especialistas em montagem e fabricação de PCB; somos seus parceiros em inovação e sucesso. Nosso compromisso com a qualidade, eficiência e atendimento ao cliente incomparável tem apoiado inúmeros projetos em diversos setores, garantindo que eles atendam aos seus objetivos com os mais altos padrões.

Não deixe que os desafios do PCB o atrapalhem. Quer você atue nos setores militar, médico, energético ou comercial, nossa equipe experiente está aqui para fornecer soluções personalizadas que atendam às suas necessidades exclusivas. Desde a prototipagem rápida até a produção em alto volume, temos a experiência e os recursos para dar vida às suas ideias com precisão e rapidez.

Obtenha seu orçamento personalizado agora!

Precisa de PCB/PCBA/OEM? Obtenha um orçamento grátis agora!

pt_PTPortuguese